side-view-woman-having-a-backache-while-working-from-home

Osteonecrose da cabeça femoral: o que é?

A osteonecrose da cabeça femoral acontece quando os ossos não recebem fluxo sanguíneo adequado e alteram o formato da cabeça do fêmur.

A grande maioria afetada por essa doença são adultos, de 20 a 50 anos, mais frequentemente homens.

O nome necrose vem da falta de suprimento de sangue que causa a morte do osso.

Quais as causas da osteonecrose da cabeça femoral?

Sequela de traumas

A osteonecrose da cabeça femoral pode aparecer após fraturas ou luxações que prejudicaram a circulação do sangue.

Excesso de álcool

Consumo excessivo de álcool também pode ser um fator prejudicial para a formação da osteonecrose da cabeça femoral.


Uso de corticoide

O tratamento de doenças com corticoide e seu elevados tempo de uso são grandes ocorrências da osteonecrose da cabeça femoral.


Condições adversas

Outras condições como leucemia, tabagismo, quimioterapia e radioterapia também são causadoras.

Quais os sintomas da osteonecrose da cabeça femoral?

Como a doença se instala no quadril, o primeiro sintoma são dores profundas nessa região e na virilha. Com o tempo, esforços como correr ou ficar em pé por muito tempo se tornam mais difíceis.

O progresso da osteonecrose da cabeça femoral traz, depois, dor no repouso e falta de capacidade de se manter em pé.


Quais os tratamentos para osteonecrose da cabeça femoral?

Os tratamentos para osteonecrose da cabeça femoral possuem duas opções: medicamentos e cirúrgico. Analgésicos e anti-inflamatórios são administrados em crises e condroprotetores como orientação na manutenção da cartilagem. Além disso, fisioterapia para fortalecimento muscular, exercícios físicos, mudança de hábitos de vida e perda de peso também fazem parte desse processo de alívio sintomático e retardação da doença.

Já em casos cirúrgicos, deve-se considerar a idade, a progressão da osteonecrose da cabeça femoral e a individualidade de cada paciente. Alguns procedimentos são:

Descompressão da cabeça femoral: tentativa de estimular novos fluxos sanguíneos com perfurações na cabeça do fêmur.

Osteotomias: mudanças nas posições dos ossos do quadril

Artroplastias: próteses nos quadris

Compartilhe: